in

Etiqueta Virtual: respeito, tolerância e empatia nas redes sociais

Você quer expressar a sua opinião nas redes sociais? Sim, você pode – e deve – fazer isso.

Mas vamos sempre lembrar daquela máxima – “a sua liberdade termina quando começa a liberdade do próximo”.

Sabe o que isso significa? Que você pode compartilhar o que pensa, mas que, antes, você deve se certificar e ter bom-senso para conseguir avaliar se aquilo que você pensa é razoável, se pode gerar interpretações erradas ou ofender os usuários.

O conteúdo, sem dúvida, é o principal fator para as discordâncias. Se o seu pensamento faz apologia ao preconceito, esteja certo de que, com razão, não será bem recebido. E aí vale não apenas repensar se deveria ter postado, mas, principalmente, repensar seus pontos de vista.

Interpretação de texto nas redes sociais: a forma de escrever tem tudo a ver com isso

Mas existe uma importante questão que pode levar o conteúdo a ter uma interpretação negativa: a forma de escrever.

Em um texto anterior, falamos sobre a importância do tom de voz nas mensagens trocadas por meios virtuais. O nosso foco foi falar sobre os emoticons, emojis, tipos de risadas e letras maiúsculas e minúsculas. Esses fatores são decisivos para entenderem se você está falando sério, fazendo piada ou sendo irônico.

Mas eles devem ser complementares ao seu texto. E, assim, entendemos que a forma de escrever se torna imprescindível para garantir um bom entendimento do seu ponto de vista.

Frases mal encadeadas ou falta de pontuação são um prato cheio para fazer com que os usuários interpretem um texto positivo de maneira negativa – não por maldade, mas porque são fatores que, de fato, podem alterar completamente o sentido do que você quer dizer. Assim, mesmo você tendo boas informações para compartilhar, a redação fará com que o efeito seja contrário.

Ao comentar nas redes sociais, pratique o respeito, a tolerância e o respeito

E, se você estiver do lado não de quem posta o conteúdo, mas de quem lê o conteúdo postado, também é importante praticar a tolerância e a empatia – um post que, por exemplo, elogie uma religião diferente da sua não é motivo para comentários de ataque. O mesmo vale para as opiniões postadas – se forem contrárias às suas, mas não ofender ninguém, não merecem ser atacadas.

Por isso, a dica do Etiqueta Virtual é: antes de postar, certifique-se de que não ofenderá ninguém e de que o texto está transmitindo claramente o seu ponto de vista. E, ao comentar em postagens dos outros usuários, tenha respeito por opiniões diferentes da sua, utilizando contra-argumentos que gerem uma discussão produtiva.

Deixe seu comentario

Written by Tânia d'Ávila

Tânia d’Ávila é paulistana, graduada em relações públicas pela FAAP e pós-graduada em marketing e comunicação integrada pelo Mackenzie. Em sua formação, destacam-se cursos voltados para a área de marketing digital (ESPM), branding (Trespontos e FGV) e planejamento estratégico de comunicação (Trespontos e ESPM), além de ter cursado Docência e Metodologia de Ensino Superior pela FGV. Possui mais de 7 anos de experiência, tendo trabalhado em agências e consultoria de branding e marketing digital, nas áreas de conteúdo e planejamento estratégico. Desde 2014, atua como consultora de branding, relações públicas e marketing digital, apoiando empresas de pequeno e médio porte em ações de comunicação aliadas à gestão de marca. Escreve artigos sobre os segmentos e ministra palestras sobre a área.

[g1_socials_user user="9" icon_size="28" icon_color="text"]

Etiqueta Virtual também é sobre privacidade e segurança virtual